Praticar exercícios em ambientes poluídos afeta a performance esportiva e pode causar problemas pulmonares

Praticar exercícios em ambientes poluídos afeta a performance esportiva e pode causar problemas pulmonares

Médicos alertam para a redução na oxigenação dos músculos, cérebro e outros órgãos
|

A população mundial pode vir a ter problema de cognição no futuro em função do aumento das concentrações de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. É o que diz o estudo da Universidade do Colorado, em Boulder, divulgado ano passado.


Segundo os pesquisadores, até o final do século 21, as pessoas poderão estar expostas a níveis internos de CO2 (gás carbônico) até três vezes maiores do que os níveis que temos nas áreas externas atualmente, atingindo uma marca que os humanos jamais experimentaram.


Quando respiramos ar com altos níveis de CO2, aumentamos os níveis desse gás no sangue, reduzindo a quantidade de oxigênio no cérebro. Como consequência, ficamos mais sonolentos e ansiosos, prejudicando a função cognitiva.


Além disso, a poluição atmosférica afeta negativamente no desempenho físico. Com a diminuição da oxigenação dos músculos, a produção de energia também é reduzida, fazendo com que a capacidade de realizar exercícios fique prejudicada.


Portanto, é preciso ter em mente que a prática de atividade física, seja ela em nível profissional ou amador, em ambientes com uma grande quantidade de poluentes no ar, afasta a pessoa do objetivo de melhorar a performance esportiva.


Corrida poluicao

Necessidade de oxigênio para os músculos chega a ser até 20 vezes maior durante o exercício intenso — Foto: iStock Getty Images


Os pacientes que apresentam alguma doença pulmonar devem tomar cuidados extras, pois caso as atividades físicas sejam praticadas em ambientes com muita poluição atmosférica, há o risco de se ter quadros da doença de base agravados ou até mesmo pneumonias de repetição.


Em reportagem publicada pelo site do Globo Esporte, o médico do esporte Diogo Vilar, listou três medidas que podem ser úteis como forma de minimizar os efeitos da poluição no exercício físico:


1. Prefira correr nas primeiras horas da manhã ou à noite, quando geralmente há menor concentração de gases poluentes;

2. Evite correr em ruas de maior tráfego, onde os gases poluentes estão em maior concentração;

3. Quando não for possível evitar a poluição, prefira ambientes fechados com bons sistemas de purificação do ar.


É importante ressaltar que, ao menor indício de sintomas como falta de ar, tosse e cansaço, deve-se interromper os exercícios e consultar um médico.