Palmeiras faz lição de casa, vence Católica por 1 x 0 e agora enfrenta o São Paulo

Palmeiras faz lição de casa, vence Católica por 1 x 0 e agora enfrenta o São Paulo

Sem precisar fazer esforço e sem sofrer ameaças da Universidad Católica, Verdão teve jogo tranquilo e venceu com gol de Marcos Rocha.
|

Na noite desta quarta-feira, 21/07, Palmeiras e Universidad Católica (CHI) fizeram o jogo de volta pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores da América 2021, no Allianz Parque. Após vencer o 1º jogo no Chile por 1 x 0, o Verdão só precisava de empate para se classificar. Já a equipe chilena precisava vencer por 2 gols de diferença ou por 1 gol de diferença sem ser 1 x 0, que levaria a decisão aos pênaltis.


E em partida sem grandes emoções, totalmente controlada pelo Palmeiras, o Verdão venceu por 1 x 0, gol de Marcos Rocha no 1º tempo. Com a classificação, o Palmeiras encara o São Paulo nas quartas-de-final.


21.07   palmeiras x catolica

Foto: Twitter/@LibertadoresBR


O início da partida foi ruim, com as equipes tentando as jogadas e não acertando nada. Aos 7, a primeira finalização do jogo. Em cobrança ensaiada de falta, Lanaro ganhou no alto e Zampedri acertou bonito voleio que Weverton defendeu com tranquilidade. Aos poucos, o Palmeiras foi achando seu jogo, enquanto a Católica investia em lançamentos longos e faltas cobradas na área.


Aos 14, o Verdão começou uma blitz pra cima da equipe chilena. Gustavo Scarpa chegou pela esquerda e da linha de fundo cruzou. Deyverson se antecipou ao zagueiro e cabeceou com estilo. A bola saiu raspando a trave esquerda do goleiro. Aos 16, boa troca de bolas no meio com Raphael Veiga, Zé Rafael e Scarpa. A bola chegou até Wesley, na esquerda, que cortou o zagueiro e bateu firme. O goleiro Pérez espalmou pra frente e no rebote, Deyverson emendou voleio plástico e a bola explodiu no travessão. No rebote, Marcos Rocha cruzou forte e a bola cruzou toda a pequena área da Católica.


Aos 18, Danilo acionou Wesley pelo meio, na velocidade, e o atacante bateu forte na saída do goleiro. A bola explodiu em Pérez e saiu pela linha de fundo. Milagre do goleiro da Católica. Aos 19, Scarpa cobrou escanteio com perigo, Deyverson ganhou da defesa e Pérez fez outra grande defesa, com a bola triscando o travessão antes de sair.


A Católica conseguiu por a bola no chão por uns minutos e parara de sofrer pressão, mas, aos 28, Scarpa arriscou de longe e Pérez fez outra defesa. Aos 31, de novo Scarpa com a bola. Ele cruzou e Veiga, meio desajeitado, tocou de cabeça por cima do gol. E o amasso verde deu resultado. Aos 35, Wesley cruzou rasteiro da esquerda, Veiga chegou de frente, tocou pro gol e a bola explodiu na trave. No rebote, Marcos Rocha pegou de primeira e estufou a rede chilena. 1 x 0 Palmeiras.


Daí pro fim do 1º tempo, o Palmeiras continuou dominando o jogo por completo, sem sofrer sustos da Católica, que não mostrou o mínimo de criatividade para chegar ao gol. E assim, a primeira etapa terminou mesmo 1 x 0 para o Palmeiras.


O Verdão voltou tranquilo para o 2º tempo, controlando a bola com inteligência e não dando chances para a Católica criar. Aos 8, Marcos Rocha cruzou, a bola passou por todo mundo, menos por Renan, que chegou batendo de primeira e obrigando Pérez a fazer outra difícil defesa. O time chileno mostrava pouca criatividade e apostava apenas nas bolas alçadas à área em faltas e escanteios. Aos 18, a Católica chegou e Valencia cabeceou por cima.


Aos 28, Zé Rafael recebeu de Breno Lopes e chutou. Pérez fez a defesa e o rebote ficou para o meia, que colocou na área, mas a zaga afastou. Aos 33, Dudu recebeu na área, passou da bola, mas ainda conseguiu ajeitar de calcanhar para Deyverson, que bateu em cima da marcação e perdeu grande chance. Aos 36, outro chute de Zé Rafael e outra defesa de Pérez.


Sem levar perigo ao gol palmeirense em nenhum momento do jogo, a Católica só assistia o Palmeiras ficar com a bola esperando o término da partida. Final 1 x 0 Palmeiras.


Agora, as quartas-de-final da Libertadores terá um Choque-Rei. Palmeiras e São Paulo se enfrentam pela 4ª vez em mata-mata da competição sul-americana, ainda sem datas definidas para os confrontos.


O Palmeiras jogou com Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Felipe Melo, Gustavo Gómez e Renan; Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga (Dudu) e Gustavo Scarpa; Wesley (Breno Lopes) e Deyverson (Gabriel Veron). Técnico: Abel Ferreira.


A Universidad Católica jogou com Pérez; Rebolledo (Asta-Buruaga), Lanaro, Huerta e Parot (Montes); Saavedra (Francisco Silva), Gutiérrez (Buonanotte) e Leiva (Nuñez); Fuenzalida, Zampedri e Valencia. Técnico: Gustavo Poyet.