Flamengo envia novo pedido de liberação de público no Maracanã

Flamengo envia novo pedido de liberação de público no Maracanã

​Clube carioca sugeriu a liberação de 30% da capacidade do Estádio no jogo de volta das quartas de final da Libertadores
|

Após ter a presença de público vetada no Rio de Janeiro no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores contra o Defensa y Justicia, o Flamengo voltou a solicitar junto a Secretaria Municipal de Saúde do Rio a volta do público. O clube sugeriu a liberação de 30% da capacidade do estádio, o que corresponde a cerca de 23 mil pessoas.


183392711 757858044901779 3511355729709360073 n

Reprodução/Instagram Maracanã


O clube carioca adotou no jogo da Libertadores os protocolos impostos pela Conmebol, que foram os mesmos que a entidade utilizou para a realização da final da Copa América com a presença dos torcedores. Mesmo assim, o governo local vetou a decisão, e o jogo teve que ser disputado no Mané Garrincha, em Brasília, e contou com 5518 pagantes, o que gerou uma renda de quase 1 milhão de reais.


“O Flamengo apresentou um protocolo na semana passada. Vamos apresentar outro amanhã com o resultado da experiência de Brasília. Discutimos 20% da capacidade do Maracanã na semana passada e agora, estamos pleiteando 30%. Tem alguns ajustes que a própria Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro gostaria de pedir em função da experiência de Brasília”, disse o Luiz vice-presidente de Relações Externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista (BAP), em entrevista à Rádio Globo.


Vale ressaltar que este protocolo é válido apenas para jogos da Libertadores, pois a CBF ainda não autorizou o retorno do público em suas competições (a entidade estuda permitir a partir das quartas de final da Copa do Brasil). Por isso, o clube carioca só poderia mandar o jogo de volta das quartas da Libertadores, contra o Olimpia, no Estádio do Maracanã, que está marcado para daqui três semanas.