Tóquio 2020: Jacky Godmann e Isaquias Queiroz ficam fora do pódio na canoagem velocidade

Tóquio 2020: Jacky Godmann e Isaquias Queiroz ficam fora do pódio na canoagem velocidade

Brasileiros terminaram a prova na 4ª colocação, atrás da dupla cubana, que venceu a prova com recorde olímpico, chineses (2º lugar) e alemães (3º lugar).
|

Esperança brasileira de medalha em Tóquio 2020, os brasileiros Jacky Godmann e Isaquias Queiroz, único atleta do Brasil a conquistar 3 medalhas em uma mesma Olimpíadas (no Rio-2016), foram à água na raia olímpica para a disputa da final do C2 1000m na canoagem velocidade dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.


Fazendo uma boa prova, mas não suficiente para o pódio, a dupla brasileira terminou em 4º lugar, com o tempo de 3m27s603, ficando a um passo de medalha.


02.08   isaquias

Foto: Júlio César Guimarães/COB


Os vencedores foram os cubanos Fernando Jorge Enriquez e Serguey Torres Madrigal, que fizeram uma prova maravilhosa de superação e terminaram com o tempo de 3m24s995, novo recorde olímpico na modalidade. A dupla de Cuba se recuperou nos metros finais e ultrapassou a dupla chinesa Hao Liu e Pengfei Zheng, que terminou em 2º lugar com o tempo de 3m25s198. Os alemães Sebastian Brendel, campeão olímpico no Rio-2016, e Tim Hecker ficaram na 3ª colocação, com o tempo de 3m25s615.


Isaquias Queiroz volta à raia olímpica de Tóquio na quinta-feira, dia 05/08, na disputa do C1 1000m.