Andreas Pereira e Flamengo são absolvidos após denúncia de quebra de protocolos sanitários

Andreas Pereira e Flamengo são absolvidos após denúncia de quebra de protocolos sanitários

Decisão unânime livra clube e atleta de punição
|

Foto: Alexandre Vidal/CRF

Foto: Alexandre Vidal/CRF


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva absolveu Andreas Pereira e o Flamengo de denúncia feita pelo Santos a respeito da escalação do jogador na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, em jogo na Vila Belmiro. O julgamento ocorreu nesta sexta-feira (15), e a decisão dos auditores foi unânime sobre o atleta não descumprir as normas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sobre a quarentena obrigatória imposta aos viajantes vindos do Reino Unido.


O Santos acionou o STJD pois entendia que Andreas deveria ter cumprido 14 dias de isolamento após sua chegada ao Brasil. Porém o atleta entrou em campo no dia 28 de agosto, oito dias depois que aterrisou em solo brasileiro. De acordo com o clube alvinegro, o Flamengo teria violado os artigos 191, I, II, II, 203 e 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.


Michel Assef Filho, advogado do Flamengo, disse que o Júridico do rubro-nergro juntou todas as provas documentais necessárias, como exames de Andreas feitos no exterior e no Brasil, além de seus passaportes de viagem e vacinal. Ainda mais, foi argumentado que as exigências de quarentena não era aplicadas a brasileiros, o que foi reiterado pela relatora Alessandra Perez Paiva, que disse não haver outra solução a não ser absolver clube e jogador.


Com isso, Andreas Pereira segue apto para jogar. O meio-campista está à disposição da equipe o para o duelo contra o Cuiabá, no próximo domingo (17), no Maracanã, válido pela 27ª rodada do Brasileirão 2021.